INVESTIGADO EM 11 HOMICÍDIOS MORRE EM CONFRONTO DURANTE OPERAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL EM CAMPO GRANDE-RN


A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio da Divisão de Polícia Civil do Oeste (DIVIPOE), deflagrou na manhã desta sexta-feira (20) a "Operação Volantes", que resultou na morte de Antônio Alcivan Fernandes Júnior, conhecido como 'Júnior Mangueira', de 26 anos, líder de uma facção criminosa na região do Médio Oeste potiguar.

O suspeito, que reagiu à abordagem da policial, era foragido da justiça e também investigado por cometer 11 homicídios, entre eles o do policial militar Ildônio José da Silva, ocorrido em 2018, e o do candidato a prefeito do município de Janduís/RN, Raimundo Gonçalves de Lima Neto, o "Netinho de Nilton", em 2020. A operação contou com o apoio da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) e aconteceu no município de Campo Grande/RN.
O investigado também possuía oito mandados de prisão por crimes como homicídio qualificado, latrocínio, roubo e associação criminosa. Por volta das 05h, a Polícia Civil deu cumprimento a um mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, momento em que ele reagiu à tentativa de prisão efetuando disparos contra os policiais. Antônio Alcivan Fernandes Júnior foi atingido e socorrido para o Hospital de Campo Grande. Ele não resistiu aos ferimentos.
Os policiais apreenderam um revólver cal. 38, usado na reação contra a equipe, munições, drogas, balança de precisão, apetrechos para o tráfico de drogas, dinheiro e dois aparelhos celulares que serão periciados no transcorrer da investigação.


* Passando na Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário