Bolsonaro supera Trump, Putin e Milei e é o “líder” da direita mundial nas redes

Fotos: Reprodução

Derrotado em 2022 pelo presidente Lula, o ex-presidente Jair Bolsonaro segue se mostrando resiliente em mobilização de seguidores nas redes sociais.

Uma análise das últimas dez postagens de algumas das figuras mais influentes da direita no mundo, feita pela agência Ativa Web, especializada em marketing digital, mostra Bolsonaro como líder em engajamento — ou seja, em comentários e curtidas em seus perfis em Instagram, Facebook e X (antigo Twitter).

Conforme o levantamento, o ex-presidente superou nomes como o ex-presidente americano Donald Trump, que se movimenta para concorrer à Casa Branca em 2024, e o presidente recém-eleito da Argentina, Javier Milei, que acaba de passar por uma polarizadíssima campanha em seu país.

Na comparação com Trump e Milei, Jair Bolsonaro teve, em média, 294.237 curtidas em suas últimas dez postagens nas redes, enquanto o americano ficou com média de 181.441 e o argentino, 208.289. Entre os comentários, Bolsonaro teve média de 11.707,7 nas últimas dez publicações, à frente de Trump (7.760) e Milei (7.357,6).

Três das publicações mais populares de Bolsonaro no Instagram no período analisado, a propósito, são as que mostraram interações entre ele e o exótico Javier Milei – em uma delas, o ex-presidente aparece conversando com o argentino em vídeo. As publicações somaram 3,6 milhões de curtidas e 139.500 comentários.

Bolsonaro também teve mais engajamento que o russo Vladimir Putin (1.957,8 curtidas e 140,3 comentários, em média), o turco Recep Tayyip Erdogan (117.656,4 curtidas e 2.975,5 comentários, em média), o equatoriano Daniel Noboa (40.725,1 curtidas e 752,6 comentários, em média) e a italiana Giorgia Meloni (40.153 curtidas e 2.805,5 comentários, em média).

Por Guilherme Amado/Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário