Homem é Preso em Flagrante por Abusar Sexualmente de Bebê de 10 Meses no Hospital Onofre Lopes em Natal.

Um bebê de apenas 10 meses foi vítima de violência sexual na noite de sexta-feira (10), no Hospital Universitário Onofre Lopes. Segundo relato da mãe da criança, após sair para beber água e retornar, ela percebeu uma movimentação estranha de um acompanhante de outra paciente que dividia o mesmo quarto. E ao notar algo estranho no bebê, ela acionou a equipe do hospital, enfermeiros e seguranças que entraram em contato com as polícias Civil e Militar. O homem foi preso em flagrante.

“A minha vizinha de quarto foi pra casa e deixou seu esposo com o filho. Meu bebê estava dormindo e eu saí pra tomar água. Foi questão de 3 a 5 minutos, muito rápido. Quando eu cheguei, percebi que o homem estava ajeitando a calça e a camisa. Eu corri, liguei a luz e fui olhar meu bebê. Olhei para as partes íntimas, mas não vi nada de anormal. Mas quando olhei o canto da boquinha dele, [havia] o líquido estranho“, contou a mãe.

“Quando mostrei à técnica de enfermagem, ela chamou outras enfermeiras, que colheram [o líquido] e levaram para um laboratório do hospital para analisar. Quando voltei pro quarto, vi o homem bem tenso e saí ligeiro com meu bebê”, lembrou a mãe, que logo após esse momento, foi levada, junto ao seu bebê, para outra acomodação.

O resultado saiu e o líquido encontrado na boca do bebê era material genético do suspeito. Com isso, a segurança do hospital e as Polícias Civil e Militar foram acionadas e o homem foi preso em flagrante.

De acordo com a mãe da vítima, o filho possui uma síndrome rara que afeta o fígado, o pâncreas e os rins, e estava internado no HUOL após a colocação de um catéter no pescoço para o início da hemodiálise.

Em nota enviada à InterTV Cabugi, o Hospital Onofre Lopes confirmou o caso

“Lamentamos informar que na noite de ontem (sexta-feira, 10) realmente foi constatado que um acompanhante de um paciente foi flagrado em ato suspeito de violência sexual de vulnerável. As providências foram adotadas de imediato pelo hospital, com o acompanhamento direto da equipe de segurança da unidade e acionamento das polícias Civil e Militar, que efetuou a prisão em flagrante e está encaminhando as medidas legais cabíveis“, disse o Hospital Universitário Onofre Lopes em nota, confirmando o caso. O hospital também disse que lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com as vítima e informou que está oferecendo todo o suporte para a vítima e a família.

O caso está sendo investigado pela 2ª Delegacia de Plantão da Zona Norte de Natal.

“Um procedimento foi instaurado para apurar todas as circunstâncias do fato e a responsabilidade penal de todos os envolvidos. Em razão de a vítima ser um bebê e da necessidade de garantir a realização de diligências que ainda estão em andamento para apurar eventuais outros crimes, o processo tramitará em sigilo”, informou a Polícia Civil.

* G1-RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário