Operação em presídios apreende mais de 1.100 celulares em celas de todo o país

 
Mais de 1.100 celulares foram apreendidos pela Operação Mute, da Secretaria Nacional de Política Penais. Os aparelhos eram usados por organizações criminosas dentro de presídios do país, segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A ação aconteceu entre os dias 16 e 27 de outubro em 68 penitenciárias de 26 estados. Além dos celulares, os policiais penais encontraram um revólver, armas brancas e substâncias análogas a entorpecentes.

Dez estados não registraram celulares no interior das unidades prisionais.

A operação inédita é a maior realizada pela Senappen e contou com 3.300 agentes, entre estaduais e federais, que revistaram 2.684 celas e 56 mil detentos.

O ministério diz que os celulares são as principais ferramentas usadas pelo crime organizado para o cometimento de crimes e o avanço da violência nas ruas.

Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário