Posta-bandeira da portela é acusada de roubo em loja de aeroporto

Foto: Portela
Três dias após ser homenageada no Congresso Nacional pelo Dia da Consciência Negra, Vilma Nascimento, de 85 anos, veterana porta-bandeira da Portela, denunciou abordagem racista feita por uma segurança numa loja do aeroporto de Brasília, na última terça-feira (21/11).

As imagens mostram Vilma guardando os pertences dela ainda dentro da loja e, segundo a postagem, ela foi acusada de ter roubado um objeto do estabelecimento. Ao Extra, o neto de Vilma, Bernard Nascimento, contou que a avó foi abordada e acompanhada pela segurança, que pediu para abrir a bolsa para revistar. Nada foi encontrado.

“Nunca pensei, na minha vida, passar por isso”, reafirmou Vilma em um trecho do vídeo, que foi compartilhado por Talíria Petrone, deputada Federal do PSOL.

*Dalto Emerenciando

Nenhum comentário:

Postar um comentário