Sindicato denuncia: Gabinete da secretária de Educação tem 15 professores, com 18 vínculos ativos e custo de R$ 154 mil

Foto: Reprodução
O Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado do Rio Grande do Norte (Sinsp-RN) revelou que no gabinete da secretária de Educação tem 15 professores, com 18 vínculos ativos e custo de R$ 154 mil. Segue o texto na íntegra:

Dando continuidade aos dados de desvio de função na secretaria de Educação do Estado, apenas no gabinete da secretária Socorro Batista estão atuando 15 professores (as), três deles com dois vínculos (matrículas) cada, somando 18 vínculos de professores que tomam vagas de servidores.

Esses professores estão bem longe das escolas e trabalham em funções administrativas, como atendimento em recepção, por exemplo, dentre outras funções para quais não foram contratados.

O custo do desvio de função no gabinete da secretária de Educação é de R$ 154 mil mensais, com o maior vínculo tendo salário R$ 14 mil, para cumprir uma função que servidores administrativos receberiam R$ 2 mil ou R$ 3 mil para fazer o mesmo trabalho. Valor esse que chegaria no máximo a R$ 45 mil, caso não houvesse o desvio de função.

Veja as remunerações:


Além desses salários apresentados e de não cumprir a função para a qual foi contratado pelo Estado para atuar, também chama atenção o fato de três desses professores terem duas matrículas no mesmo local (30h + 30h) chegando a incrível carga horária de 60h semanais.

Ainda lembrando que alguns desses professores em desvio de função na SEEC recebem até mesmo horas suplementares, como também têm seus salários pagos pelo FUNDEB.

Os dados citados, assim como todos os casos de desvio de função na SEEC, foram entregues para a Controladora-geral do Estado, Luciana Daltro, assim como também será disponibilizado aos órgãos de controle.

*Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário