Vitória de Milei freia “onda de esquerda” na América do Sul

A vitória de Javier Milei nas eleições argentinas neste domingo (19.nov.2023) desacelerou a chamada “onda de esquerda” na América do Sul. Com o resultado do pleito, o Executivo da Argentina passará a ser comandado por uma administração de direita.

Desde que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tomou posse em janeiro deste ano, 9 dos 12 países da América do Sul estão sob comando de governos de esquerda. Mas, depois da posse de Milei em 10 de dezembro, os 12 países da América do Sul passarão a ter a seguinte configuração: 8 países com governos de esquerda e 4 de direita.

O levantamento feito pelo Poder360 considera 2 cenários políticos das nações sul-americanas: o ano de 2019 e janeiro a novembro de 2023. Neste ano, eleições foram realizadas no Equador, além da Argentina.

Nos últimos 4 anos (2019-2023), 3 países (Argentina, Equador e Uruguai) trocaram governistas de esquerda por líderes de direita. Já 5 nações sul-americanas (Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia e Peru) passaram a ser comandadas por presidentes esquerdistas.

Poder360

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense