Styvenson reage à determinação do STF que responsabiliza a imprensa por fala de entrevistado; Vídeo

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou na última quarta-feira (29) que jornais poderão ser responsabilizados por declarações “comprovadamente injuriosas” de entrevistados contra terceiros. Os ministros definiram a tese ao analisar uma ação apresentada pelo ex-deputado Ricardo Zarattini Filho, morto em 2017, contra o jornal Diário de Pernambuco.

Em 1995, o veículo divulgou uma entrevista com o delegado Wandenkolk Wanderley, também já morto, que acusou Zarattini de participar do atentado a bomba no Aeroporto dos Guararapes, em Recife, que causou a morte de três pessoas em 1966. A defesa do ex-deputado apontou que a acusação não era verdadeira e pediu uma indenização na Justiça. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou o pedido, mas o jornal apresentou um recurso e o caso passou a tramitar no STF.

O senador norte-rio-grandense Styvenson Valentin reagiu à determinação do Supremo Tribunal Federal com indignação: “Essa paz está cada vez mais instável. O que a gente vê é um STF cada vez mais provocando a sociedade”, disse o senador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário