Jovem que teve 80% do corpo queimado enquanto fumava narguilé morre após 20 dias internada


Foto> Reprodução/Redes sociais

A jovem de 19 anos que teve 80% do corpo queimado enquanto fumava narguilé morreu na noite desse domingo (14/1) após 20 dias internada no Hospital São Lucas, especializado em queimaduras, na cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

O acidente com Gabriela Eloá Morais ocorreu na madrugada do dia 25 de dezembro. Na ocasião, ela estava reunida com amigos em Andradina, também no interior paulista, quando um deles, alcoolizado, arremessou um galão de etanol contra o acendedor do narguilé, que explodiu.

O fogo se alastrou e atingiu as vítimas. A jovem foi socorrida em estado grave e encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Andradina. Depois, ela foi transferida para o hospital especializado em queimaduras em Ribeirão Preto, onde morreu.


Antes do falecimento, o pai de Gabriela publicou um pedido de oração nas redes sociais e disse que a filha apresentou quadros de convulsões. Amigos e familiares também lamentaram a perda da jovem.

Gabriela deixa uma filha. Nas redes sociais, a mãe da jovem lamentou a perda precoce da filha. “Não existe palavras para descrever o que eu estou sentindo, você chegou de repente e foi tão rápido, a saudade que você já está deixando parece que está rasgando meu peito”, escreveu.

A Polícia Civil segue investigando o caso e espera concluir o inquérito nos próximos dias. Com informações do Metrópoles.

*Daltro Emerenciando

Nenhum comentário:

Postar um comentário