MPF abre inquérito para apurar suposta rachadinha de Janones em gabinete





Gilmar Félix/Câmara dos Deputados

O Ministério Público Federal no Distrito Federal abriu inquérito para investigar indícios de improbidade administrativa do deputado federal André Janones (Avante-MG) por um suposto esquema de rachadinha em seu gabinete na Câmara. Em áudios divulgados em novembro do ano passado, o parlamentar supostamente cobra de membros de sua assessoria a devolução de parte dos salários. A representação foi apresentada pelo deputado cassado Deltan Dallagnol.

O inquérito do MPF-DF é a segunda investigação aberta. Em dezembro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux determinou a abertura de um inquérito para investigar as condutas do deputado. O ministro aceitou um pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR). O deputado nega irregularidades.

A verba seria usada para cobrir um rombo de R$ 675 mil nas contas pessoais do político, que afirma ter precisado vender casa, carro e usado dinheiro de poupança e previdência para bancar a corrida eleitoral. Na época, o deputado negou ter cometido rachadinha com o salário de assessores e disse nunca ter recebido "um único real de assessor", além de ter acusado o que chama de "extrema direita" de promover "escândalos fabricados".

São apurados crimes como peculato, improbidade administrativa e caixa dois, e há análise de pedidos de cassação do mandato.

Com informações do R7

Fonte: Portal Grande Ponto

Nenhum comentário:

Postar um comentário