Bolsonaro é alvo de operação; PF tem mandado para apreender passaporte do ex-presidente


Ação investiga organização criminosa responsável por tentativa de golpe de Estado para manter Bolsonaro no poder após a derrota nas eleições de 2022Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL)18/10/2023REUTERS/Ueslei Marcelino

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) terá 24 horas para entregar seu passaporte para a Polícia Federal (PF). Ele é alvo de busca e apreensão relacionada à Operação Tempus Veritatis, que investiga organização responsável por tentativa de golpe de Estado para mantê-lo na Presidência após a derrota nas eleições de 2022.

Dois ex-assessores de Bolsonaro foram presos na ação: Filipe Martins e Marcelo Câmara. Outros aliados do ex-presidente também foram alvos da operação, entre eles:Almir Garnier, ex-comandante da Marinha;
Anderson Torres, ex-ministro da Justiça;
Augusto Heleno, ex-ministro-chefe do GSI;
Paulo Sérgio Nogueira, ex-comandante do Exército e ministro da Defesa;
Rafael Martins de Oliveira (preso);
Tércio Arnaud, ex-assessor de Bolsonaro;
Walter Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa Civil e candidato a vice de Bolsonaro em 2022; e
Valdemar Costa Neto, presidente do PL.

Estão sendo cumpridos 33 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de prisão preventiva e 48 medidas cautelares diversas da prisão, expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em dez estados.

*CNN Brasil

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense