Chuva leva recarga há 5 reservatórios monitorados pelo Igarn

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os mananciais responsáveis pela segurança hídrica das cidades potiguares. O Relatório dos Volumes dos Principais Reservatórios do RN, divulgado nesta quinta-feira (15), indica que 05 barragens tiveram aumento dos seus volumes acumulados de água após as últimas chuvas.

Entre os mananciais que receberam recarga nas suas reservas hídricas, 04 estão localizados na bacia hidrográfica do rio Piranhas-Açu. O açude Dourado, localizado em Currais Novos, acumula 280 mil metros cúbicos, correspondentes a 2,71% da sua capacidade total, que é de 10.321.600 m³. Na última segunda-feira, 12, o manancial estava com 140 mil m³, equivalentes a 1,36% da sua capacidade.

O açude de Cruzeta acumula 4,14 milhões de m³, percentualmente, 17,58% da sua capacidade total, que é de 23.545.745 m³. Na última segunda-feira, o reservatório estava com 4,07 milhões de m³, correspondentes a 17,28% da sua capacidade total.

A barragem Mendubim, localizada em Assu, acumula 56,02 milhões de m³, percentualmente, 72,19% da sua capacidade total, que é de 77,6 milhões de metros cúbicos. Na segunda-feira, o reservatório estava com 55,56 milhões de m³, correspondentes a 71,60% da sua capacidade total.

O açude Pataxó, localizado em Ipanguaçu, acumula 6,71 milhões de m³, equivalentes a 44,67% da sua capacidade total, que é de 15,017 milhões de metros cúbicos. No dia 12 de fevereiro ele estava com 6,44 milhões de m³, percentualmente, 42,88% da sua capacidade total.

O único manancial da bacia hidrográfica do rio Apodi-Mossoró, monitorado pelo Igarn, que teve recarga positiva foi o açude Bonito II, localizado em São Miguel, que acumula 2,41 milhões de m³, equivalentes a 22,17% da sua capacidade total, que é de 10,87 milhões de m³. No dia 12 de fevereiro o manancial estava com 2,40 milhões de m³, correspondentes a 22,07% da sua capacidade total.

Alguns mananciais não tiveram alteração no volume das suas reservas hídricas, caso da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, que acumula 1.230,56 bilhão de m³, percentualmente, 51,86% da sua capacidade total, que é de 2.373,07 bilhões de m³.

Outro manancial que não teve mudança de volume foi a barragem Umari, localizada em Upanema, que acumula 219,36 milhões de m³, correspondentes a 74,92% da sua capacidade total, que é de 292,81 milhões de m³.

A barragem Santa Cruz do Apodi teve pequena redução de volume, acumula 344,62 milhões de m³, equivalentes a 57,46% da sua capacidade total, que é de 599,71 milhões de m³. No dia 12 de fevereiro, o manancial estava com 345,25 milhões de m³, percentualmente, 57,57% da sua capacidade total.

O açude Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, acumula 630 mil m³, equivalentes a 1,42% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³. Na última segunda-feira, o reservatório estava com 640 mil m³, correspondentes a 1,44% da sua capacidade total.

Para saber os volumes de outros reservatórios monitorados pelo Igarn, acesse: https://www.ana.gov.br/sar/nordeste-e-semiarido/rio-grande-do-norte.

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense