Lewandowski diz que não há prazo para captura de fugitivos e que ainda não é possível afirmar que houve conivência na fuga


Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, disse neste domingo (18) que não há prazo para o fim das investigações sobre a fuga dos presos da penitenciária de segurança máxima de Mossoró e nem para a captura dos fugitivos.

Lewandowski afirmou também que ainda não é possível afirmar que houve conivência na fuga dos dois presos na quarta (14) e que “todas as hipóteses estão sendo investigadas” e “virão a público no momento apropriado”.

Lewandowski comentou que o inquérito policial que está sendo feito para apurar a fuga dos criminosos “também envolve peritos e perícias, que vão examinar as causas desta fuga do ponto de vista técnico, complementando aquilo que está sendo apurado na esfera administrativa e a Polícia Federal”.

O ministro desembarcou no Aeroporto de Mossoró, por volta das 9h30 deste domingo (18), para acompanhar as investigações sobre a fuga do presídio federal, bem como o quinto dia de buscas pelos dois fugitivos.

Com informações de g1

Nenhum comentário:

Postar um comentário