Lula e Arthur Lira se reúnem no Palácio da Alvorada, em meio a tensão entre governo e Congresso

Foto: Marina Ramos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) se reuniram na manhã desta sexta-feira (9), no Palácio da Alvorada, em Brasília.

O encontro entre os dois ocorre em meio ao acirramento de tensões entre o Planalto e a Câmara, após o discurso de Lira na abertura do ano legislativo.

O governo federal vetou, tanto na Lei de Diretrizes Orçamentárias quanto no Orçamento, trechos aprovados por parlamentares que ampliariam os recursos destinados pelo Congresso a suas bases eleitorais, além de acelerarem o pagamento por parte do Executivo.

Entre eles, um calendário de pagamento das emendas impositivas (aquelas que o Executivo é obrigado a pagar ao longo do ano) e R$ 5 bilhões a mais nas emendas indicadas por comissões do Congresso.

Lula se reuniu, após a conversa com Lira, com o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE). O encontro durou quase três horas.

Segundo Padilha, que é o articulador político do governo e não participou da reunião com Lira, Lula relatou que a conversa foi “muito positiva”. Para o ministro, há “certeza” de um ambiente de cooperação entre Planalto e Congresso.

Padilha comentou sua relação com Lira, que, descontente com o articulador de Lula, optou por ter o ministro da Casa Civil, Rui Costa, como interlocutor.

Perguntado se tem diálogo direto com o presidente da Câmara, Padilha disse:

“Gente, vocês já sabem sobre isso. A questão central é: o governo tem diálogo. O governo tem diálogo. O governo nunca rompeu qualquer diálogo e nunca romperá.”Padilha comentou sua relação com Lira, que, descontente com o articulador de Lula, optou por ter o ministro da Casa Civil, Rui Costa, como interlocutor.

Portal 98FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário