"Nem o rastro": Equipes de buscas ainda não encontraram "pistas" dos fugitivos do presídio federal de Mossoró


Imagem: Montagem G1/RN

As autoridades do Rio Grande do Norte estão em alerta máximo após a fuga de dois detentos da Penitenciária Federal de Mossoró. O uso de barreiras nas estradas, helicópteros e distribuição de fotos não trouxeram pistas dos fugitivos. Esta é a primeira vez que uma fuga ocorre em uma penitenciária federal desde sua criação em 2006.

Os fugitivos, Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento, têm extensas fichas criminais e são ligados ao Comando Vermelho. A busca, que mobiliza mais de 100 agentes federais, estende-se para além das fronteiras do estado, com reforço na vigilância nas divisas com Paraíba e Ceará.

Ainda não se sabe como os presos conseguiram escapar, mas as autoridades estão investigando todas as possibilidades. Enquanto isso, o ministro da Justiça determinou uma série de medidas para revisão dos protocolos de segurança em todas as penitenciárias federais do país. A população está em alerta e pede por justiça e segurança.

*Noticias do RN

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense