Sob bênção de Lula, Marta volta ao PT para ser vice de Boulos na eleição 2024


Sob a bênção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Marta Suplicy se filiou novamente ao Partido dos Trabalhadores, na noite desta sexta-feira (2), para ser candidata a vice-prefeita de São Paulo nas eleições municipais deste ano, na chapa do deputado federal Guilherme Boulos (PSOL).

A volta de Marta ao PT tem as digitais de Lula, que a tirou da Secretaria das Relações Internacionais da gestão Ricardo Nunes (MDB). O prefeito da capital paulista vai disputar a reeleição em outubro e deve ser o principal adversário de Boulos, que já concorreu em 2020 e ficou em segundo lugar, perdendo a eleição para Bruno Covas (PSDB). Nunes era vice-prefeito e, com a morte do prefeito, assumiu o posto.

A disputa na maior cidade do país deve ter contornos nacionais, com Lula tentando polarizar a disputa entre ele e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Nunes conta com o apoio do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), que é afilhado político de Bolsonaro, e busca o apoio formal do ex-presidente. Para isso, ofereceu até o vaga de candidato a vice-prefeito em sua chapa.

Ao comentar a eleição municipal que se avizinha, Lula reconheceu que “não é fácil” a vitória na capital paulista, mas “plenamente possível”. O presidente aproveitou a cerimônia para criticar o PT e parte da militância, que em parte era contra a volta de Marta ao partido (a ex-prefeita de São Paulo havia se desfiliado em 2015, em meio à Operação Lava Jato).

Lula fez a ressalva de que falaria o que viria a seguir por já ter idade para isso e por não se importar com eventuais desagrados. Disse também que não adianta pregar para convertidos. “Vocês, companheiros militantes de esquerda, muitas vezes vocês perdem muito tempo olhando o que o governo está fazendo”, afirmou o presidente. “O nosso papel, quando a gente ganha as eleições, não é ficar olhando o defeito do governo. Porque o defeito do governo é o defeito de vocês”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário