"BAR DAS COLEGUINHAS"; POLÍCIA FECHA BAR USADO COMO PONTO DE PROSTITUIÇÃO E RESGATA ADOLESCENTE EM SÃO MIGUEL-RN

Policiais civis da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Pau dos Ferros (DEAM Pau dos Ferros) e da 55ª Delegacia de Polícia de São Miguel (55ª DP) fecharam, nas primeiras horas desta sexta-feira (08), um estabelecimento com denúncia de favorecimento de prostituição e frequência de menores, no município de São Miguel, região do Alto Oeste potiguar. Uma adolescente, de 16 anos, foi resgatada, enquanto um homem e uma mulher, proprietários do bar, foram presos em flagrante.
Após chegar ao conhecimento dos policiais civis que existia um bar que empregava adolescentes.
Conforme apurado, o local possuía vários quartos usados para os programas sexuais, bem como as mulheres que trabalhavam no bar atendiam diversos clientes por dia.
Diante dos fatos colhidos, a Polícia Civil representou pelo pedido de três mandados de busca e apreensão contra os proprietários, os quais foram deferidos pelo Poder Judiciário. Na ocasião, foram apreendidos cadernos com anotações referentes a movimentação do bar e aparelhos celulares que servirão como elementos para as investigações. A adolescente, que é natural da cidade de Fortaleza/CE, foi resgatada e será entregue a família.
O casal preso irá responder pelos crimes de favorecimento da prostituição e exploração sexual de criança ou adolescente e segue à disposição da Justiça.
A ação policial foi realizada de forma conjunta com a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Mossoró (DEAM Mossoró) e a Delegacia Especializada na Proteção da Criança e do Adolescente de Mossoró (DPCA/Mossoró).
Ações do DPGV e Operação Átria:
O Departamento de Proteção a Grupos em Situação de Vulnerabilidade (DPGV) da Polícia Civil do RN coordena, em âmbito estadual, a Operação Átria, de combate a violência contra a mulher em razão do gênero, promovida pelo MJSP, que além das ações educativas, também visa reduzir os índices de mortes violenta de mulheres, crimes de estupro, lesão corporal, ameaça, assédio sexual, importunação sexual e violência psicológica.
A Operação Átria tem como objetivo combater à violência contra a mulher, por meio da apuração de denúncias, instauração de inquéritos policiais, realização de atendimentos às vítimas e cumprimento de mandados de prisão. A operação também promove ações educativas, como palestras, orientações e cursos.

*Via: Passando na Hora

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense