RN vai receber 360 mil doses de vacina contra gripe

O Rio Grande do Norte será contemplado com 360 mil doses da vacina contra gripe na primeira remessa de doses encaminhadas pelo Ministério da Saúde (MS). De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesap/RN), as vacinas serão distribuídas em todos os municípios potiguares. A previsão do MS é que a campanha de imunização contra a influenza seja iniciada neste mês.

Segundo o MS, a mudança de mês para iniciar a aplicação de doses contra a gripe, tendo em vista que ela ocorre tradicionalmente entre os meses de abril e maio, é motivada pelo aumento da circulação de vírus respiratórios no país. A pasta assegura, nesse sentido, que a antecipação da entrega da primeira remessa dos imunizantes foi realizada para os estados.

A antecipação é válida para as regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Em 2023, o governo federal mudou a estratégia da campanha para a região Norte e já imunizou a população entre novembro e dezembro, atendendo às particularidades climáticas da região.

A vacina utilizada é trivalente, ou seja, apresenta três tipos de cepas de vírus em combinação, protegendo contra os principais vírus em circulação no Brasil. A pasta informa que a vacina influenza pode ser administrada na mesma ocasião de outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação.

Segundo a ministra Nísia Trindade, o Programa Nacional de Imunizações está preparando uma nota técnica para orientar estados e municípios a iniciarem as campanhas regionais em todo o Brasil. A expectativa é que 75 milhões de pessoas sejam imunizadas em todo o país.

Veja quem pode se vacinar:
Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos;
Trabalhadores da Saúde;
Gestantes;
Puérperas;
Professores dos ensinos básico e superior;
Povos indígenas;
Idosos com 60 anos ou mais;
Pessoas em situação de rua;
Profissionais das forças de segurança e de salvamento;
Profissionais das Forças Armadas;
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade);
Pessoas com deficiência permanente;
Caminhoneiros;
Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso);
Trabalhadores portuários
Funcionários do sistema de privação de liberdade;
População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos)

Tribuna do Norte

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense