Suspeito de executar advogada e namorado se mata após operação policial, em Parnamirim


O suspeito de assassinar o casal (advogada Andreia da Silva Teixeira, 42 anos, e o namorado dela Lenivaldo César de Castro, 52 anos) em Nova Parnamirim nesta semana, se matou na tarde de hoje (1º). A informação foi confirmada pela Polícia Civil. O caso ocorreu num posto de gasolina em Emaus, Parnamirim.

Émerson Carlos Pereira, ex-policial penal, tirou a própria vida quando foi cercado por policiais civis durante uma operação. Segundo a Polícia Civil, ele estava dentro do carro e se matou com um tiro.

O duplo homicídio contra o casal aconteceu na madrugada de quarta-feira (28). Emerson Carlos entrou com condomínio onde Andreia Teixeira morava e ficou esperando ela chegar para assassiná-la com tiros de calibre 12. O companheiro dela também foi atingido e morreu. O crime foi registrado pelas câmeras de segurança.

Apesar de rapidamente identificado e elevado à condição de suspeito, visto que já havia ameaçado a vítima algumas vezes, Émerson Carlos ficou na condição de foragido. Nesta sexta-feira, ele foi localizado.

*Jair Sampaio

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense