“O crime organizado agradece”, diz Bolsonaro após Lula descartar intervenção no Rio


O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) disse neste domingo (29) que o “crime organizado agradece” em resposta ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ter descartado decretar uma GLO (Garantia da Lei e da Ordem) no Estado do Rio de Janeiro.

Em 23 de outubro, 35 ônibus e 1 trem foram queimados após uma operação policial que acabou com a morte de um miliciano. Foi um dos piores episódios de conflito com milícias na capital fluminense.

Na 6ª feira (27.out), em café com jornalistas no Palácio do Planalto, Lula disse que não decretará a intervenção no Rio de Janeiro “enquanto for presidente”. Declarou que não cabe a militares das Forças Armadas ficar nas favelas “brigando com bandido”.

Na 4ª (25.out), o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, que é do PL –mesmo partido de Bolsonaro– também negou a necessidade de um decreto de GLO para o Estado e disse esperar o uso de militares no reforço da segurança do Rio.

Poder 360

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense