Fuga inédita de prisão de segurança máxima no Brasil completa um mês hoje; ministro da Justiça e Segurança Pública já esteve no RN 2 vezes

Presídio de segurança máxima em Mossoró, no RN – Foto: Reprodução/Senappen

A dupla Deibson Nascimento e Rogério Mendonça que protagonizou a fuga inédita de uma penitenciária federal no Brasil — considerada de segurança máxima —, em Mossoró (RN), completa um mês foragida nesta quinta-feira (14).

Apesar do tempo de buscas, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, que viajou para o município nessa quarta (13), afirma que a operação “está se desenvolvendo, até o momento, com êxito”.

“Nós temos indícios fortes da presença dos dois fugitivos na região, nesse perímetro que concentra a penitenciária. Nós temos hoje uma convicção de que os fugitivos se encontram aqui dentro ainda”, disse o ministro.

O ministro Ricardo Lewandowski, desembarcou no Rio Grande do Norte na manhã desta quarta-feira (13), para uma reunião com policiais da Força Tarefa responsável pelas buscas aos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, Deibson Nascimento e Rogério Mendonça.

Esta é a segunda visita de Lewandowski ao Rio Grande do Norte desde a confirmação da fuga. No dia 18 de fevereiro, quinto dia de buscas, o ministro afirmou que não havia prazo para recaptura dos foragidos.

Com informações do R7/G1

0 Comments:

Postar um comentário

Curta Nossa Página

Posts Recentes

Marcadores

PREVISÃO DO TEMPO

VSFM 104,9-Voz Serrinhense